Nossos Parceiros



Pernambuco

Recife: Menina é socorrida com mais de 100 larvas na cabeça

Publicado

em

Uma menina de 1 ano e 10 meses foi socorrida com mais de 100 larvas de mosca – popularmente chamadas de tapurus – em um ferimento na cabeça. A criança morava até então com os pais e cinco irmãos com idades entre 2 e 15 anos na Zona Norte do Recife. Ela desenvolveu quadro clínico de encefalite, uma inflamação no cérebro que pode causar danos permanentes.

A criança recebeu alta do Hospital Infantil Maria Lucinda, no bairro do Parnamirim, também na Zona Norte, nessa quarta-feira (10), após passar uma semana internada. Ela foi encaminhada a um abrigo enquanto as investigações seguem em andamento.

A garota chegou ao hospital após ser levada pela mãe à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Descoberta, na Zona Norte. Ela reclamava de dores na cabeça, provocadas pelo ferimento e pelas larvas. Segundo o conselheiro tutelar da RPA 3B, de Casa Amarela, na Zona Norte da capital, Ozeias Paulo, o Conselho Tutelar recebeu a denúncia do Maria Lucinda após a entrada da menina no hospital.

Em seguida, o conselheiro foi à casa onde a família mora. “As demais crianças estão com cartões de vacinação desatualizados e sem frequentar a escola. Na unidade de saúde da região verifiquei no prontuário que a última consulta das crianças havia sido há dois anos“, detalhou Ozeias. O Hospital Maria Lucinda confirmou a internação da menina. Segundo a unidade de saúde, ela foi atendida por representantes do Serviço Social e fez cirurgia para retirada das larvas. A criança deve continuar o tratamento.

O Conselho Tutelar denunciará o caso à Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) e à Vara da Infância e Juventude do Ministério Público, nesta quinta-feira (11). A menina foi levada a um abrigo e encontra-se acolhida. “Identificamos que os avós maternos moram praticamente na mesma casa e os pais poderiam ter contato novamente. Os avós também apresentaram negligência“, acrescentou Ozeias Paulo.

FolhaPE

Compartilhe isso:
Continue Reading
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais acessadas

Copyright © 2019 - 2019 Salgueiro Online.